janela descendo

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Pintor cria jogo para abusar de adolescentes


Segundo a polícia, quem errasse as respostas de perguntas feitas pelo suspeito era obrigado a prestar favores sexuais a ele


Um pintor de 50 anos suspeito de estuprar a própria sobrinha, de 11 anos, e outras garotas adolescentes foi preso em Juiz de Fora, na Zona da Mata, na manhã de ontem. Para atrair as vítimas, ele convidava as meninas para participarem de uma gincana, por meio de celular.

"Quem acertava as perguntas que ele enviava ganhava R$ 50 em dinheiro. Já quem perdesse deveria prestar favores sexuais ao suspeito, como fazer sexo oral com ele, conforme constatamos em mensagens encontradas no celular de uma das garotas", explicou o delegado Leonardo Bueno Procópio, da Delegacia de Proteção e Orientação à Família. 

Uma menina de 12 anos, amiga da sobrinha do suspeito, foi convidada pela vítima para participar do jogo, mas estranhou o conteúdo sexual da mensagem recebida e avisou a mãe. A mulher denunciou o caso à Polícia Civil, que armou uma emboscada para o suspeito na manhã de ontem. 

Casado e pai de um casal de adolescentes, o pintor foi pego em flagrante, alisando os cabelos e os braços da amiga da sobrinha. Na casa dele, a polícia encontrou material pornográfico. 

Encaminhado ao Centro de Remanejamento de Segurança Prisional de Juiz de Fora, o homem deve ser indiciado por corrupção de menores e favorecimento à prostituição e à exploração sexual. A pena pode passar de 30 anos de prisão.

De acordo com o delegado, o resultado dos exames médicos feitos na sobrinha do suspeito, que pode confirmar se houve o estupro, deve ser conhecido amanhã.


Fonte: Super Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

pág